Protesto deixa região de Campinas sem ônibus nesta manhã de quinta

257

Motoristas não estão tirando os ônibus das garagens no Ouro Verde.Empresa não teria pago os salários de outubro, segundo o sindicato.

Os ônibus da Linha Azul Claro, que atendem a região do Distrito do Ouro Vede, não estão circulando na manhã desta quinta-feira (8), em Campinas (PP). O protesto dos motoristas e cobradores de 32 linhas é pelo fato de a empresa responsável ter informado que só pagará os salários no dia 10 de outubro. O vale refeição foi pago no início da madrugada, segundo o Sindicato dos Motoristas de Campinas e Região.

Uma comissão será formada para discutir o caso com os empresários. A categoria tenta negociar que os salários sejam pagos até esta sexta-feira, dia 9. Parte dos motoristas e cobradores recebem os vencimentos por bancos diferentes de outros e com isso eles só receberiam no dia 13, caso o benefício seja pago no dia 10.

Terminal Ouro Verde, em Campinas, sem ônibus (Foto: André Natale/EPTV)Terminal Ouro Verde, em Campinas,
sem ônibus (Foto: André Natale/EPTV)

O Terminal Ouro Verde amanheceu fechado, sem nenhum ônibus. Na tarde desta quarta-feira (7), os motoristas das mesmas linhas haviam feito um protesto na mesma região e impedido a saída dos veículos do Terminal Ouro Verde, que serve uma das áreas mais populosas da cidade.

Protesto de quarta
Os funcionários da empresa VB Transportes, que são responsáveis pelos ônibus municipais que atendem a região do Ouro Verde, em Campinas (SP), paralisaram as atividades nesta tarde de quarta-feira (7). Eles alegam que não receberam o vale-alimentação que era para ter sido pago no dia 1º de outubro.

Os motoristas começaram a recolher os ônibus por volta das 14h e se reuniram em frente a garagem da empresa. Depois, eles bloquearam a saída do Terminal Ouro Verde e os passageiros foram obrigados a descer.

Atraso pela manhã
Os funcionários de empresas que operam transporte público em Valinhos (SP) e Campinas (SP) fizeram uma paralisação de duas horas na manhã desta quarta-feira (7), o que gerou atraso nas saída das linhas de circular dessas duas cidades. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários da Região, a falta de pagamento do vale-refeição motivou o protesto.

Em Valinhos, segundo o sindicato, motoristas e cobradores de todas as linhas de circulares municipais e intermunicipais da Rápido Luxo pararam das 4h às 6h. Os trabalhadores fizeram uma manifestação na sede da empresa e retomaram as atividades após os empregadores se comprometerem a realizar o pagamento ainda nesta quarta.

Já em Campinas, o movimento afetou os ônibus da Linha Verde, operada pela VB 3 Transportes, que pertence ao mesmo grupo da Rápido Luxo. Os motoristas atrasaram também em duas horas a saída dos veículos, que atendem regiões de Barão Geraldo, Sousas, Amarais, Rodovia Campinas-Mogi  e Corredor Abolição. Os ônibus voltaram a circular às 6h após acordo semelhante para o pagamento do vale até o fim do dia, segundo o sindicato.

Ônibus parados na garagem da VB transportes, em Campinas (Foto: Wilson Gonçalves / Sindicato dos Motoristas de Campinas e Região)Ônibus parados na garagem  (Foto: Wilson Gonçalves / Sindicato dos Motoristas de Campinas e Região)

Fonte: G1 – Protesto deixa região de Campinas sem ônibus nesta manhã de quinta – notícias em Campinas e Região