Operação Tapa-Buraco foi Reativada em Barão Geraldo

289

O contrato para tampar os buracos das ruas de Barão Geraldo estava suspenso. Foi reativado esta semana. Inicialmente o programa está em operação tampando os buracos das ruas da Cidade Universitária I, que é o local mais esburacado do Distrito.

Segundo o Subprefeito Valdir Terrazan, foram destinados para Barão Geraldo quatro caminhões diários carregados de material para esta operação. Espera-se atender todo o Distrito até o final do ano. A prioridade das ruas escolhidas para iniciar esta operação segue a ordem da maior quantidade de reclamações recebidas no telefone 156 da Prefeitura.

Informação interessante sobre a aprovação, pelos órgãos públicos, do asfalto noloteamento das Cidades Universitárias I e II (década de 60).
A empresa que loteou as Cidades Universitárias I e II foi a Adalpra:

Foi muito estranha a aprovação destes dois loteamentos na Cidade Universitária com um asfaltinho de apenas alguns centímetros de espessura. O normal seria, no mínimo, 3 vezes maior, a exemplo de vários bairros em Campinas que não precisam de tapa-buracos como aqui.
O fato é que, com esta aprovação estranha, a Adalpra ficou mais rica, os que aprovaram foram  beneficiados, os moradores da Cidade Universitária I e II sofrem até hoje e toda a população de Campinas colabora para tampar constantemente os buracos nestes dois bairros.

O fato acima é um exemplo clássico da política brasileira com a especulação imobiliária. Enquanto a população não se informar, participar, conferir e exigir, fatos como este tendem a continuar acontecendo.

Veja as fotos do eterno tapa-buracos – clique para ampliar

Alfredo Moro Morelli
redator do Barão em Foco