Multa por trafegar em faixa exclusiva cresce cinco vezes em Campinas

0
28
Multa por trafegar em faixa exclusiva cresce cinco vezes em Campinas
Por: Carlos Giacomeli – Metro Campinas

O número de motoristas multados por trafegar em faixas exclusivas de ônibus em Campinas explodiu em 2017. Nos três primeiros meses do ano o crescimento foi de cinco vezes, passando de uma média de 17 casos por dia no ano passado para 95 ocorrências nos três primeiros meses deste ano.

O aumento de infrações tem acontecido ano a ano. Em 2015 foram 2.083 casos. No ano seguinte, o número triplicou, alcançando a marca de 6.323. Em 2017, em três meses, já são 8.615 registros, o que resulta na média diária de 95 ocorrências. Se mantiver o mesmo ritmo, o ano deve fechar com cerca de 34,4 mil casos.

Para Carlos José Barreiro, secretário de Transportes de Campinas e presidente da Emdec – empresa que gerencia o trânsito da cidade – a alta mostra que o motorista ainda não respeita a faixa. “Fizemos seis meses de orientações antes de multar e avisamos quando começaríamos a aplicar as multas. Nos preocupa que a população não tem respeitado”, explica.

Segundo Barreiro, a fiscalização nos trechos foi aumentada, já que o objetivo de agilizar o tráfego de ônibus não estava sendo alcançado em virtude do desrespeito dos motoristas. Ele explica que, segundo estudo da Emdec, a  velocidade do ônibus antes da faixa girava em torno de 11 km/h e 12 km/h. Testes realizados após a implantação da faixa mostraram que a velocidade subiu para 25 km/h a 28 km/h.

Porém, uma nova medição feita após meses do funcionamento da faixa mostrou que a velocidade estava em 17 km/h, abaixo do esperado. “Isso ocorria porque o motorista não estava deixando a faixa apenas para uso do ônibus. Assim, comprometendo o ganho de agilidade no trânsito”, explica Barreiro. “Estamos verificando com maior intensidade, além da criação de novas faixas, isso explica o aumento de multas,”, completa.

Além da fiscalização por agentes, está prevista a implantação, a partir do ano que vem, de câmeras capazes de identificar e multar os motoristas que utilizem irregularmente as faixas, o que deve ampliar o número de penalizações. Apenas os táxis serão liberados.

Mais quatro faixas

A Emdec estuda a implantação de mais quatro faixas na nova concessão, que deve ser implantada no ano que vem. Projetos para Barão Geraldo, Amarais, Dom Pedro e Sousas estão no projeto, segundo o secretário. “Na licitação nova vamos ter esses corredores. Eles são muito importantes na cidade”, adianta Barreiro.

Fonte: Multa por trafegar em faixa exclusiva cresce cinco vezes em Campinas | Metro Jornal