Moradia estudantil é alvo de queixa

331

Alunos da Unicamp apontam deficiências estruturais em suas unidades

Alunos da Unicamp apontam defici?ncias estruturais em suas unidades
Importação

Alunos da Unicamp apontam defici?ncias estruturais em suas unidades

Alunos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) fizeram um abaixo-assinado para externar a atual situação da moradia estudantil localizada na Avenida Santa Isabel, no distrito de Barão Geraldo. De acordo com eles, o local apresenta diversos problemas, como escadas que estão suspensas por madeiras, telhados que estão caindo e não seguram a água das chuvas, mato alto e frequentes quedas de energia que chegam a durar até três dias.
Os problemas elétricos, conforme os moradores, se tornam ainda mais preocupantes no momento atual, no qual os estudantes da universidade têm aulas online. Sem energia, eles alegam que perdem conteúdo, situação que prejudica as atividades na graduação. Uma das alunas, que preferiu não se identificar por medo de sofrer represálias, disse que os usuários da moradia estudantil estão preocupados.
“Temos lidado com grandes dificuldades para concluir o semestre e permanecer em casa, pois com as chuvas constantes e os problemas estruturais das residências têm sido mais recorrentes. Nós, estudantes, não temos autonomia ou conhecimento técnico necessário para solucioná-los”, reclama.
De acordo com ela, a insegurança por morar em uma residência com tantas adversidades estruturais assusta “Estamos apreensivos quanto às condições de nossas casas e pedimos o mínimo, que é morar com dignidade. Afinal, precisamos das unidades para conseguir terminar o semestre e permanecer em isolamento social e em condições seguras”, finaliza.
Outro lado
Nota da Unicamp
Por quem a Moradia está nessa condição? Quem é responsável pela manutenção da Moradia?
A Moradia Estudantil tem 253 unidades residenciais destinadas para 4 estudantes cada uma delas, em blocos de 4 unidades e 27 estúdios para estudantes com família, além das estruturas de uso coletivo. Foi inaugurada em 1992 e recebe cuidados de manutenção pela Prefeitura do Campus universitário. Há um Conselho da Moradia, composto de estudantes, professores e funcionários que se reúne mensalmente e discute as demandas da Moradia e as soluções possíveis e necessárias.
Conta com um orçamento anual reservado para as despesas e contrato para oferecer serviços elétricos, hidráulicos e de alvenaria. Sobre a jardinagem, foi realizado o corte da grama em jan/2021, restando apenas uma parte com mato mais alto para completar o serviço, atrás de um dos blocos devido às chuvas recentes.
A falta de manutenção não coloca em risco a vida dos moradores? Existe previsão de reparo?
Um conjunto de 4 unidades residenciais fechadas aguardando reforma e, em função das demandas dos moradores para melhorias em outras unidades, foi contratada empresa para avaliar estas unidades fechadas e as condições estruturais das demais durante o ano de 2020, mesmo diante da pandemia. Aguardamos o laudo para planejar os reparos necessários a partir deste laudo.
A Coordenação da Moradia, assim como a Prefeitura do Campus conhecem e acompanham zelosamente por este Patrimônio colocado à disposição dos Estudantes com maior necessidade de apoio segundo avaliação criteriosa do Serviço Social do Serviço de Apoio ao Estudante da Unicamp.

Origem: Correio Popular