Festa clandestina na Unicamp gera reclamação de moradores de Barão Geraldo

1502

Moradores de Barão Geraldo reclamam da festa que ocorreu no final de semana, no campus da Unicamp em Campinas. Ela começou na noite de sábado e foi até o início da manhã de domingo.

Jovens se concentraram na Praça da Paz, que fica próxima a reitoria. Carmen Silvia Bertozzo que é professora da Faculdade de Medicina e mora há dois quarteirões do local conta que houve tumulto, som alto e muita sujeira deixada pelos participantes.

 

A professora Carmen Silvia relatou nas redes sociais a indignação com o ocorrido e recebeu muitas mensagens contrárias.

Moradores como Antônio Carlos Rodrigues chegaram a chamar a Guarda e Polícia. No caso da GM, até pela questão de carros estarem com o som alto, entrando na Lei do Pancadão.

Em relação à sujeira, moradores do entorno da Unicamp se mobilizaram e na manhã do domingo fizeram a limpeza, no local.

A Unicamp disse por nota que não foi informada sobre a realização de qualquer tipo de festa na área do campus. Informou que mesmo que houvesse pedido de autorização, ele não poderia ser atendido, já que há regulamentação aprovada pelo Conselho Universitário que proíbe esse tipo de atividade, sendo que isso foi uma recomendação do Ministério Público.

Sobre o evento do final de semana, reforçou que é período de férias e que por isso, tudo indica que a festa foi organizada por pessoas de fora. É, portanto, um evento clandestino.

Vale lembrar que em 2013, o estudante Denis Papa Casagrande, que cursava o segundo ano de engenharia de controle e automação morreu após ser esfaqueado em uma festa realizada no campus da Universidade Estadual de Campinas. Esse evento, também não tinha autorização para ocorrer.

A Guarda Municipal disse que não recebeu chamados no final de semana para área da Unicamp. A PM não deu retorno até o fechamento da reportagem.

Fonte: Festa clandestina na Unicamp gera reclamação de moradores de Barão Geraldo | CBN Campinas FM 99,1