Falta de combustível afeta saída de ônibus

255
Wagner Souza | TODODIA Imagem

Wagner Souza | TODODIA Imagem

Ônibus da linha verde em fila para abastecer, em Campinas
A falta de combustível provocou atraso na saída de ônibus municipais da VB Transportes, de Campinas, na manhã de ontem. Veículos que fazem a linha verde foram vistos abastecendo no posto Garcia na Rodovia Anhanguera (SP-330) no início da manhã e, segundo a empresa, 30 veículos atrasaram as saídas em meia hora, afetando a viagem de cerca de 500 passageiros.
Segundo o sindicato dos rodoviários, desde julho já houve ao menos três saídas prejudicadas por falta de combustível, além de problemas com os próprios trabalhadores. Apesar dos problemas apontados pelo sindicato, a prefeitura afirmou que não aplicou qualquer punição à concessionária e a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) acrescentou que solicitou informações sobre o atraso à Transurc (Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas), para avaliar a atitude a ser tomada.
Segundo informações da VB Transportes, o principal problema no abastecimento ocorreu nos veículos que atuam na região de Barão Geraldo. A empresa que entrega o combustível se atrasou ontem, mas a situação foi regularizada, também segundo a empresa.
O vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários de Campinas, Isael Soares de Almeida, disse que as notícias sobre a VB preocupam a classe, pois na opinião dele demonstram problemas financeiros. “Desde julho, agosto, temos problemas constantes. Quando não é uma linha, é outra, além das dificuldades para pagamento de vale. Essas notícias me deixam muito preocupado”, afirmou. Na semana passada, cerca de 600 ônibus ficaram paralisados em função de atrasos no vale alimentação dos funcionários. Na ocasião, o sindicato estimou em 500 mil o número de pessoas prejudicadas. Após a paralisação, a empresa arcou com as dívidas e o serviço voltou ao normal.
Após o comentário do sindicato sobre as condições financeiras da empresa, a reportagem não conseguiu mais contato com representantes da VB.

Fonte: Jornal TodoDia