Espetáculo mistura circo, teatro, palhaçaria e música

292

Família Burg, mestres de cerimônia do Casaré do Fim do Mundo, espetáculo de variedades on-line
Paula Poltronix/Divulgação

Família Burg, mestres de cerimônia do Casaré do Fim do Mundo, espetáculo de variedades on-line

Casaré é o cabaré do Casarão, espetáculo de variedades produzido pelo Coletivo Casarão. As apresentações, que tradicionalmente eram realizadas no Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo, este ano, respeitando o isolamento social necessário para conter a pandemia do novo coronavirus, são on-line, com os artistas transmitindo direto de suas casas. Nesta quinta, às 20h, será apresentado, pela plataforma Sympla, o Casaré do Fim do Mundo, espetáculo que reúne números de circo, teatro, humor, palhaços, música e dança.
O Casaré do Fim do Mundo é a segunda edição da versão on-line do Casaré. A direção artística desta edição é de Guga Cacilhas.
“Seria um Casaré de “fim de ano”, mas consideramos que “fim de mundo” era mais adequado para este 2020”, diz Guga Cacilhas.
Ele explica que o Coletivo Casarão vem enfrentando a pandemia com uma série de ações on-line, com o projeto batizado de Casarão CoMvida. “Além do Casaré temos espetáculos, aulas e oficinas, semanalmente.” Os ingressos, via contribuição “no chapéu”, com várias opções de valores podem ser adquiridos também na plataforma Sympla, no mesmo endereço de acesso ao espetáculo.
A contribuição é essencial para a manutenção do Centro Cultural Casarão. Guga destaca que este ano, além da pandemia, houve a queda de uma árvore que danificou um dos prédios do Casarão. “Fizemos o reparo e mantivemos ações de manutenção e cuidado ao espaço, com esforço e união dos artistas do Coletivo.”
O Casaré do Fim do Mundo terá as participações de Alex Lameira,
Cia. Gravitá, Circo da Silva, Clerouak, Família Burg, Ivan Lima, João Arruda, Kelly Cheretti, Lu Menin, Maíra Prates, Milton Araújo, Paulo Freire e Valdo Matos. Quinta (10), às 20h, pela plataforma Sympla.

Origem: Correio Popular