Cidade Universitária1, em Barão Geraldo, recebe ação contra a dengue

226

A Secretaria de Saúde de Campinas promove até o próximo sábado, dia 5, operação contra a dengue na Cidade Universitária I, na região de Barão Geraldo. Mais de 300 imóveis serão trabalhados nas ruas Tácito Monteiro de Carvalho e Silva, Catharina Signori Vicentin, Dr. José Anderson e Avenida Martin Luther King.

A ação inclui, além do bloqueio com aplicação de produto químico que mata o mosquito alado adulto, telamento de caixas d´água e ação educativa. O trabalho começou na quarta-feira, dia 4, e envolve cerca de 70 profissionais da Secretaria de Saúde.

A ação conta ainda com a parceria das secretarias de Serviços Públicos, de Comunicação e da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e tem o apoio da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen).

 

Como será a ação

A partir das 18h de quinta e sexta-feiras, 3 e 4 de setembro, agentes de controle da dengue percorrerão os imóveis para orientar moradores a preparar as casas e inviabilizar criadouros. O bloqueio químico veicular – quando um carro passa nas ruas pulverizando o produto químico – começa às 20h.

Somente no sábado, dia 5, a partir das 8h, será realizada a nebulização costal – quando o técnico faz o trabalho com o equipamento de pulverização nas costas. A nebulização é feita com base em rigorosos critérios técnicos.

Além disso, são realizadas ações de comunicação, informação e mobilização social. As informações sobre o bloqueio químico são divulgadas por meio de carros de som, que passam antes nas ruas que serão trabalhadas, e por folhetos distribuídos nos domicílios.

As medidas integram a megaoperação de combate à dengue e chikungunya.

Dependendo das condições climáticas o cronograma das ações pode ser alterado.

Cuidados na hora da nebulização veicular:

– No momento da nebulização veicular, o morador deve deixar portas e janelas abertas e manter luzes acesas;

– Crianças, grávidas, idosos e pessoas que tenham bronquite ou asma devem ficar em cômodos fechados;

– Coloque os animais domésticos dentro de casa;

– Cubra gaiolas de pássaros ou deixem em cômodos fechados.

 

Nebulização costal e telamento de caixas d’água

Na sexta-feira, 4 de setembro, as casas da moradia estudantil receberão telas nas caixas d’água.

No sábado, dia 5, técnicos da empresa contratada pela Secretaria de Saúde farão nebulização costal nas ruas que passaram pela nebulização veicular e também na moradia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Prevenção deve ser contínua

A Secretaria de Saúde ressalta que a nebulização não é uma ‘ação milagrosa’ e que o mosquito volta a se proliferar em uma semana nas áreas nebulizadas, caso as pessoas reponham os criadouros.

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), a medida mais eficaz no combate à dengue é a eliminação dos objetos que acumulam água, que podem servir de criadouros para o mosquito transmissor. Levantamentos apontam que 80% dos criadouros estão dentro das casas e quintais das pessoas.