Cia. Suno apresenta dois espetáculos construídos com as técnicas e a magia do circo

233

Nos próximos dias 4 e 5 de março, a Cia. Suno apresenta dois de seus espetáculos no Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo.

No sábado, dia 04, será apresentado o espetáculo “O Circo de um homem Só”. Entre números de malabares, equilibrismos e mágica close up, o acróbata e malabarista Duba Becker dá vida a um palhaço solitário que abandona o circo e tenta se adaptar na cidade grande. Mesmo longe do picadeiro, esse personagem exerce sua maior função dentro do circo: espalhar alegria. Suas atitudes e relações com o cotidiano são sempre cômicas e desastradas, como se o palhaço não conseguisse viver sem representar, fazendo da sua vida um verdadeiro espetáculo de circo.

Já no domingo, dia 05, a companhia apresenta uma singela e clássica história de amor entre o palhaço e a bailarina, representado através de um belo adágio acrobático. Duba Becker e Helena Figueira dão vida aos personagens lúdicos da peça, e utilizam o público na ação, desenvolvendo uma comédia romântica dividida em três pequenos atos narrados por um espectador. A peça “A Bailarina e o Palhaço” traz à cena música, mímica, contorção e malabarismos com diversos objetos. Neste espetáculo a companhia demonstra as habilidades técnicas do circo utilizando uma roupagem diferente. O resultado é um espetáculo simples, moderno, de estrutura diferenciada que ao mesmo tempo remete ao circo clássico.

Composta por uma atriz dramática e circense, formada pelo CPT e pela École National du Cirque Annie Fratellini (Helena Figueira) e um artista acrobata com domínio das técnicas de malabares (Duba Becker), a Cia Suno foi fundada em 1998 por um grupo de amigos que sonhavam criar um núcleo de pesquisa cênica na cidade de Santos.

Inicialmente, a Cia dedicou-se a pesquisas sobre o teatro do absurdo, realizando estudos sobre “Fando e Lis”, “Piquenique no Front” e “O Arquiteto e o Imperador da Síria”. Logo após, iniciou um trabalho sobre “Esperando Godot”, onde integravam as artes circenses e dramáticas. O espetáculo recebeu três prêmios de melhor ator (Victor Nóvoa) e indicações de melhor direção e melhor ator coadjuvante. Iniciava aí a “identidade” da Cia Suno: mesclar a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, sem perder a essência da máscara. Todas as peças realizadas pela companhia, desde então, têm uma temática, uma história.

Hoje a Cia Suno tem doze espetáculos em seu repertório. Há desde o lúdico “A Bailarina e o Palhaço”, que conta uma linda história de amor entre esses tradicionais personagens do universo infantil; como o dinâmico “Estripulias no Circo”, que apresenta a história da criação do circo em ordem cronológica, passando pelo circo de cavalaria inglês, circo chinês, russo, até a linhagem mais moderna e inusitada. Em “De Partida”, a Cia Suno busca levar à cena a nostalgia cantada na música típica da alma do artista. (Carta Campinas com informações de divulgação)

“O Circo de um homem Só” – 04/03, às 20h e “A Bailarina e o Palhaço” – 05/03, às 17h
Helena Figueira e Duba Becker
Centro Cultural Casarão – Rua Maria Sampaio Reginato, s/n – Terras do Barão Km 15, Campinas
Entrada Gratuita – Retirada de senha com uma hora de antecedência

Fonte: Cia. Suno apresenta dois espetáculos construídos com as técnicas e a magia do circo