Chegada de frente fria interrompe estiagem de dois meses e provoca ventos de até 76,5 km/h em Campinas

181

Cepagri prevê chuva acumulada de 20mm a 50 mm até o fim desta semana.

Chuva atingiu a região de Campinas, nesta terça-feira (Foto: Murillo Gomes / G1)

Chuva atingiu a região de Campinas, nesta terça-feira (Foto: Murillo Gomes / G1)

A chuva que atingiu a região de Campinas (SP), nesta terça-feira (15), interrompeu uma estiagem que durou dois meses. A chegada da frente fria provocou ventos de até 76,5 km/h no distrito de Barão Geraldo, às 13h30, segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas da Unicamp (Cepagri).

De acordo com a meteorologista Ana Ávila, a expectativa é de que o volume acumulado de precipitação na região fique entre 20 mm e 50 mm até o fim da semana. A distribuição do recurso deve ser gradativa, mas a maior quantidade é prevista para esta quinta-feira.

Segundo ela, não está descartada hipótese de temporais nos próximos dias. “Existe possibilidade, porque temos frente fria acompanhada de instabilidades”, afirma.

Veja previsão do tempo para a região de Campinas

Veja previsão do tempo para a região de Campinas

Ao mencionar que a expectativa seja de estabilização das precipitações no mês de outubro, Ana diz que não é possível garantir fim do período de estiagem, após as chuvas desta semana. A previsão do Cepagri é de que não ocorram chuvas na sexta, mas elas devem voltar neste sábado e domingo.

Abastecimento

A chuva prevista para o interior paulista, nesta semana, deve elevar a vazão do Rio Atibaia e evitar a necessidade de “ajuda extra” do Sistema Cantareira na liberação de água para o interior paulista.

“A gente torce para que a chuva seja bem distribuída, assim infiltra no solo. Isso também deve ocorrer na área do Cantareira, o que melhora também um pouco o armazenamento”, explica a gerente técnica do PCJ, Andréa Borges.

Pela nova outorga, segundo a assessoria do consórcio, a vazão deve ser de até 10 m³/s para garantir segurança às bacias na região de Campinas, mas o valor pode ser elevado em casos excepcionais, quando o cálculo considerado é da média registrada ao longo do período de seca. Por outro lado, a quantidade pode ser reduzida nos meses mais chuvosos para equilíbrio e reserva.

Fonte: Chegada de frente fria interrompe estiagem de dois meses e provoca ventos de até 76,5 km/h em Campinas | Campinas e Região | G1